junho 30, 2009

Vinho Quente

Vinho Quente


Ingredientes

1 1/2 xícara(s) (chá) de açúcar
quanto baste de canela em pau
10 unidade(s) de cravo-da-índia
1 unidade(s) de casca de laranja ralada(s)
1 unidade(s) de casca de limão ralada(s)
1 litro(s) de vinho tinto
1 xícara(s) (chá) de água
1 unidade(s) de maçã em cubos pequenos

Modo de preparo

Ferva todos os ingredientes por cerca de 10 minutos até que os sabores sejam extraídos para o vinho. Sirva de preferência em canecas de barro e bem quente.

junho 29, 2009

Coco no microondas

Para quebrar um coco e soltá-lo da casca facilmente leve-o, perfurado e sem água, ao forno por mais ou menos 3 minutos na potência máxima.

junho 28, 2009

Quentão com Maçã

Quentão com Maçã

Ingredientes

600 ml de cachaça
600 ml de água
500 gr de açúcar
2 unidade(s) de casca de laranja
1 unidade(s) de casca de limão
50 gr de gengibre em pedaços pequenos
quanto baste de cravo-da-índia
quanto baste de canela em pau
1 unidade(s) de maçã em pedaços pequenos

Modo de preparo

Em uma panela grande, coloque o açúcar, as cascas de laranja e limão, o gengibre, o cravo e a canela. Quando o açúcar estiver quase todo derretido, coloque a cachaça e a água. Deixe cozinhar tudo por uns 20 minutos em fogo brando. Use um filtro de papel para coar e em seguida acrescente a maçã em pedacinhos. Mantenha quente ao servir.

junho 27, 2009

Coco

O coco é o fruto do coqueiro. Podemos utilizá-lo verde, tomando sua água e preparando doces com a polpa, ou seco.

Coco fresco: é o coco seco não preparado industrialmente, à venda em supermercados e na feira, inteiro, com casca, ou ralado. Para comprá-lo, chacoalhe e veja se ouve
o som da água que está lá dentro. Se não tiver água, fatalmente estará passado. Para usar, primeiro retire a água para posterior aproveitamento, fazendo dois furos com um abridor de garrafas, por exemplo, em dois dos três orifícios que possuem na parte superior da casca. A casca é dura é para facilitar sua quebra, é aconselhável aquecê-la na chama do fogão. Bata, depois, com um martelo, até que quebre e retire a polpa branca, retirando toda a pele marron que o recobre.

A polpa deverá ser macia, bem branca. Se o cheiro for azedo, é sinal que já passou do ponto e pode fazer mal.

Como guardar:

Depois de descascado, guarde-o na geladeira, bem coberto.Use-o dentro de 5 a 7 dias. Pode ser congelado, sem problemas, ralado, em sacos hermeticamente fechados, sem ar.

Informações Nutricionais

A polpa do coco é oleosa, mas, ao contrário de outros vegetais que contém óleo, a gordura do coco é saturada, não sendo aconselhável para pessoas com colesterol
elevado.

Coco desidratado
É o coco ralado e processado para que seja retirado todo o seu líquido. É um quebra-galho, pois seu saborjá não é o mesmo, mas pode ser usado em algumas preparações, como bolos, por exemplo.

Coco em fitas
Esse termo refere-se ao modo de cortar o coco, na lâmina do ralador ou com faca e é utilizado para confeitar bolos e no preparo de uma deliciosa cocada.

Água de coco
É o líquido que se encontra dentro do fruto, tanto do verde quanto do seco.

Leite de coco
Pode ser adquirido já pronto, no supermercado, ou preparado em casa: rale o coco, mergulhe-o em água fervendo por meia hora. Coloque em um pano limpo e esprema até que o coco esteja seco. Sendo o coco fresco, repita a operação mais uma vez. O bagaço
pode servir para o preparo de bolos ou doces. O leite de coco é muito utilizado na comida tradicional da Bahia, da Indonésia e Tailândia.

Coco desidratado torrado
É muito simples torrar o coco ralado ou em fitas: cubra uma forma com papel alumínio, coloque ali o coco e leve ao forno, mexendo, de vez em quando. Se estiver em fitas, o preparo é o mesmo.

junho 26, 2009

Torta de Milho Verde

Torta de Milho Verde

Ingredientes

Massa

1 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
3/4 xícara(s) (chá) de fubá
3/4 xícara(s) (chá) de leite
1/4 xícara(s) (chá) de óleo de soja Sadia
1 colher(es) (chá) de sal
3 unidade(s) de ovo
1/2 xícara(s) (chá) de queijo ralado
1 colher(es) (sobremesa) de fermento químico em pó

Recheio

1 unidade(s) de cebola picada(s)
2 colher(es) (sopa) de óleo de soja
1 lata(s) de milho verde
2 unidade(s) de tomate sem pele(s), sem sementes
quanto baste de sal
quanto baste de pimenta-do-reino branca

Modo de preparo

Massa

Misture bem todos os ingredientes ou bata no liquidificador. Reserve.

Recheio

Coloque em um refratário a cebola e o óleo. Leve ao microondas por 4 minutos na potência alta. Acrescente os demais ingredientes e retorne ao microondas por mais 4 a 5 minutos na potência alta, com o refratário tampado. Aguarde esfriar.
Misture este refogado na massa reservada e coloque em uma fôrma refratária de anel untada e polvilhada com farinha de rosca. Leve ao microondas por 9 a 10 minutos na potência alta. Sirva com uma salada de folhas verdes.

junho 25, 2009

Coar frutas

Use sempre peneira de nylon para coar frutas, pois o ferro as escurece.

junho 24, 2009

Cocada com Canela

http://3.bp.blogspot.com/_dAGEULh1_1g/R6uA0YwM3eI/AAAAAAAAAkA/-EXw938asTk/s400/Cocada+Jaber.jpg

Ingredientes


1 unidade(s) de coco ralado(s)
1 xícara(s) (chá) de água
3 unidade(s) de cravo-da-índia
3 unidade(s) de canela em pau
3 unidade(s) de gema de ovo peneirada(s)
3 colher(es) (sopa) de adoçante

Modo de preparo

Misture o adoçante à água e leve ao fogo. Quando ferver, junte o coco ralado, os cravos e a canela. Deixe cozinhar por mais ou menos 10 minutos. Retire do fogo. Espere esfriar um pouco. Tire os cravos e a canela. Adicione as gemas e mexa bem. Volte ao fogo, continue mexendo por mais uns dois minutos, até que comece a ferver, novamente. Retire e deixe esfriar.

junho 23, 2009

Clareando os cogumelos

Se os cogumelos estiverem um pouco escuros, deixe-os de molho na água com limão e ficarão clarinhos.

junho 22, 2009

Caldo Verde

Caldo Verde

Ingredientes

2 dente(s) de alho picado(s)
600 gr de batata
100 gr de paio
100 gr de lingüiça portuguesa
150 gr de costelinha suína salgada
2 xícara(s) (chá) de couve manteiga
1/2 unidade(s) de cebola
quanto baste de azeite para refogar
quanto baste de sal para temperar
quanto baste de parmesão

Modo de preparo

Descasque as batatas, corte em pedaços pequenos e reserve. Tire a pele dos embutidos, corte-os ao seu gosto e reserve.
Comece refogando a cebola no azeite. Quando a cebola estiver começando a ficar transparente adicione o alho picadinho. Espere o alho começar a fritar e coloque as
carnes para refogar em fogo médio para não queimar os temperos.
Após uns 5 minutos, cubra as carnes com água o suficiente para ficar uns 2 dedos acima da carne e deixe ferver por 15 a 20 minutos. Se quiser, com o auxílio de uma escumadeira retire a espuma que se forma e assim você irá "desengordurar" o seu caldo verde.
Passado o tempo, retire as carnes e reserve. No caldo coloque a batata para cozinhar. Se ver que a batata não está toda submersa na água, complete de água o suficiente para deixar uns 2 dedos acima da batata.
Quando ver que a batata está bem molinha você deverá liquefazer esta batata na água ou com a ajuda de um mixer de mão, uma batedeira, o garfo ou até mesmo colocando no liquidificador.
Você vai ver se a consistência do caldo está ao seu gosto, se não estiver, acrescente água aos poucos até chegar no ponto desejado. Eu particularmente gosto bem mais para creme, mas se você gostar menos espesso não tem problema.
Volte as carnes para a panela e deixe ferver por uns 2 ou 3 minutos. Prove de sal e, se necessário, acerte a seu gosto.
Somente na hora de servir é que você adiciona a couve para que ela não fique opaca e nem muito mole. Ela deve ficar "al dente".
Se gostar, coloque um pouco de parmesão ralado para servir sobre o caldo verde.


Dica: Esta receita dá para 2 a 3 pessoas. Se você for aumentar ou servir muita gente faça um cálculo de 250 gr de batata e 125 gr de carne por pessoa. Observe que você poderá acrescentar outros tipos de embutidos ou defumados na receita, como carne seca ou até bacon.

junho 21, 2009

Cenouras Crocantes

Se você for comer cenouras cruas, deixe 10 minutos numa bacia de água com gelo antes de cortá-las. Elas ficaram mais crocantes.

junho 20, 2009

Cuscuz de Quermesse

http://www.rainhasdolar.com/media/1/20070608-cuscuz%20_faby.jpg

Ingredientes


1/2 xícara(s) (chá) de farinha de mandioca crua
5 xícara(s) (chá) de farinha de milho amarela
1 litro(s) de caldo de frango
1 unidade(s) de cebola picada(s)ver vídeo
4 dente(s) de alho amassado(s)
70 gr de molho de tomate
quanto baste de sal
3 unidade(s) de pimenta dedo-de-moça picada(s)
quanto baste de óleo de soja Sadia
1 lata(s) de ervilha para decorar
1 lata(s) de milho verde para decorar
1 xícara(s) (chá) de cheiro-verde picado(s)
2 unidade(s) de tomate picado(s)
1 unidade(s) de ovo cozido para decorar

Modo de preparo

Prepare o caldo de galinha, conforme indicações do fabricante ou da receita. Misture todos os ingredientes, menos o caldo de galinha. Mexa muito bem para misturar. Acrescente, aos poucos, o caldo de galinha até formar uma pasta cremosa mas consistente. Coloque um pouco de óleo em uma panela grande pré-aquecida. Coloque a massa na panela, em fogo brando e comece a mexer devagar, mas sem parar até que a massa comece a se desprender do fundo. Misture a salsinha, mexa bem e apague o fogo. Espere a massa amornar. Faça pequenos cuscuz em formas de empada. Decore o fundo da formas de empada, com as ervilhas, milho, tomate e ovo picado. Coloque a massa de cuscuz, nas forminhas, espere esfriar e desenforme. Coloque em uma bandeja, e cubra com filme plástico, para não ressecar.

junho 19, 2009

Cebola Saborosa

Ela ficará mais gostosa se deixada de molho em água gelada com 1 pitada de açúcar por 20 minutos. O sabor se acentua e o cheiro não fica tão forte, deixando-a mais saborosa para usá-la em saladas.

junho 18, 2009

Pé de Moleque de Microondas

http://www.santacruzalimentos.com.br/images/pe_de_moleque_de_microondas.jpg

Ingredientes


1/2 xícara(s) (chá) de glucose de milho
1 colher(es) (sopa) de margarina Qualy Sadia
1 xícara(s) (chá) de açúcar
1 1/2 xícara(s) (chá) de amendoim torrado(s) e moído(s)
1 colher(es) (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher(es) (café) de essência de baunilha

Modo de preparo

Unte uma assadeira refratária com margarina, coloque o açúcar, glucose de milho e os amendoins.
Leve ao forno microondas por 8 a 10 minutos na potência máxima. Mexa durante o cozimento.
Retire e misture o bicarbonato em pó e a baunilha.
Mexa bem.
Rapidamente espalhe uma camada fina sobre uma superfície untada. Espere esfriar e corte em pedaços.

junho 17, 2009

Cebolas

A cebola é uma hortaliça de bulbo. Existem vários tipos de cebolas. Delas, as roxas têm o sabor mais suave. Das brancas, mais comumente encontradas em feiras e supermercados, conhecemos vários formatos. De qualquer maneira, escolha sempre as que estiverem bem secas e firmes, sem brotos e as cascas brilhantes.

Há também a cebola fresca, que, por ser nova, ainda não possui casca e é ótima para ser comida crua, em saladas. Pequenas, as cebolas para picles têm o tamanho de bolas de gude e devem ser conservadas em vinagre.

As chalotas ou echalotes também são menores que a cebola comum, de formato oval e sabor mais delicado, utilizada, principalmente, na culinária francesa. É um pouco mais difícil de ser encontrada.

Guarde-as em lugares ventilados, frescos e escuros, assim, durarão muito mais tempo.

Antes de usar a cebola, você deve cortar a parte seca, da raiz e toda a casca e picá-la da maneira pedida pela receita. Se for usar menos de uma cebola e sobrar um pedaço, embrulhe-o em plástico filme e conserve na geladeira para uso posterior.

Obs: A cebolinha ou cebolinha verde é uma erva aromática e compõe, junto com a salsa, o maço de cheiro verde, que se adquire nas feiras livres e supermercados.

junho 16, 2009

Doce de Batata Doce

Doce de Batata Doce

Ingredientes


300 gr de batata-doce
300 gr de açúcar
quanto baste de cravo-da-índia

Modo de preparo

Cozinhe a batata doce. Em seguida coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo. Mexa sempre,até que solte bem do fundo,este será o ponto de enrolar.
Utilize sempre fogo baixo. Faça bolinhas e passe em açúcar cristal.

junho 15, 2009

Casca de Laranja

Quando descascar laranjas, aproveite as cascas secando-as ao sol ou no forno, pois são ótimas para serem usadas como aromatizantes nas mais diversas preparações (no frango, suflês, omeletes, bolos, etc.)

junho 14, 2009

Pé de Moleque

Pé-de-Moleque com Açúcar Mascavo


Ingredientes

1 xícara(s) (chá) de açúcar mascavo
1 xícara(s) (chá) de água
400 gr de amendoim
1 lata(s) de leite condensado
1 colher(es) (chá) de bicarbonato de sódio
2 xícara(s) (chá) de rapadura

Modo de preparo

Levar ao fogo brando a rapadura,o açúcar e a água até derreter bem.
Junte o amendoim e mexa sem parar até a calda ficar bem grossa.Adicione o leite condensado,o bicarbonato e volte ao fogo por mais 12 minutos, mexendo sempre.
Retire e bata com uma colher até ficar opaco. Despeje em mármore untado e alise com o rolo também untado. Depois de frio corte em losangos.

junho 13, 2009

Carnes para assar na panela

Lagarto: peça cilíndrica, especial para rosbifes e assados de panela, de fibras longas. Seu formato facilita o rechear, bastando, para isso, furarmos o centro da peça com uma faca de ponta. Seu defeito é ser uma carne muito seca, por esta razão, fica melhor lardeada com bacon. É vendida em peças com 1,2 kg.

Coxão mole: também é utilizada para bifes, pois é macia. A peça é grande e costumamos adquiri-lo aos pedaços, conforme necessitarmos. Para 4 pessoas, 700 g é uma boa quantidade. Também conhecida como chã de dentro.

Coxão duro: conhecido também como chã de fora, é necessário amarrá-lo, para não perder a forma na hora de assar, devido possuir fibras curtas. Para 4 pessoas, a mesma quantidade do coxão mole.

Fraldinha: é um subproduto da alcatra, uma das peças que a compõe. É meio dura para o churrasco, apesar de saborosa, mas, na panela, cozinha rapidamente e fica muito boa.

Além desses cortes, para assar de panela, podemos usar as carnes de segunda, mais baratas e muito saborosas. Como diminuem de tamanho ao cozinhar, calcule entre 200 e 250 g por pessoa.

Acém: muito saborosa, macia, boa para assados e ensopados. É vendidas em pedaços, com cerca de 800 g

Capa de filé: tem muitos nervos e vai demorar para assar, mas compensa, pois é muito bom de sabor.

Braço e ponta de agulha também são utilizados para esse fim, sendo ambos mais rígidos, com mais nervos. O braço também é chamado de pá ou paleta.

junho 12, 2009

Curau de Milho Verde

Curau de Milho Verde


Ingredientes

8 espiga(s) de milho verde
600 ml de leite
2 xícara(s) (chá) de açúcar
1 colher(es) (sopa) de manteiga
quanto baste de canela-da-china em pó

Preparo


Rale as espigas ou debulhe-as com uma faca. Passe os grãos pelo liquidificador com um pouco de leite. Coe em uma peneira espremendo bem. Leve em um refratário fundo com o restante do leite, o açúcar e a manteiga. Leve ao microondas por 12 a 15 minutos na potência alta até que se forme um creme. Mexa a cada 3 minutos. Coloque em outro refratário e polvilhe canela. Depois de frio, leve a geladeira.

junho 11, 2009

Carne para Bife

Escolha do Corte

Para o bife de uso diário, são usados os cortes de primeira, carnes mais macias, geralmente a alcatra e o contrafilé. Dependendo dos hábitos, também são aceitáveis o coxão mole e o patinho, menos macios. Para dias especiais, os bifes de filé mignon, de longe, a carne mais macia, mas também a mais cara, custando o dobro do contrafilé. Observe bem a gordura da carne, antes de comprar. Deve ser clara. Se estiver amarela, o animal era velho e a carne será dura, qualquer peça que adquira.

bifes de contrafilé: são fáceis de reconhecer, pois possuem aquela gordurinha cobrindo a maior parte de um dos lados. Temos como variação desse corte, o T-bone steack, que tem um osso em forma de T atravessando-o. Nos açougues também encontramos as bistecas ou chuletas que são meios t-bones e servem, perfeitamente para bifes, apesar de serem cortes mais para churrascos.

Bifes de alcatra: É um corte grande e terá que recortá-los para adequá-los às suas necessidades. Carne magra e saborosa.

Bifes de patinho: também é um corte grande, dependendo de ser recortado no tamanho necessário. Geralmente, é mais indicado para bifes à milanesa (bem finos), enrolados e outros que, depois da fritura, sejam cozidos. Com a onda light, entretanto, seu uso mudou significativamente, porque é uma carne magra, apesar de mais rija. Não tem sabor marcante.

Bifes de coxão mole: São grandes, também. Um pouco mais macio que o patinho, muito saborosos. Possui gordura entremeada à carne.

Bifes de filé mignon: São, geralmente retirados da parte mais fina do filé mignon. São os mais macios, mas, em compensação, não os mais saborosos. O que lhes dá o sabor é o molho que os acompanhará. Da parte mais larga da peça, também pode cortar os bifes, mas faça-o perpendicularmente ao sentido das fibras e depois achate-o para tomar o formato, com as mãos.

Não use martelo para achatar ou amaciar os bifes, pois, ao romper as fibras, prejudica-se o sabor e a textura da carne.

junho 10, 2009

Canjica

Canjica


Ingredientes

1/2 kg de canjica
quanto baste de açúcar
1/2 litro(s) de leite
1/2 colher(es) (sopa) de manteiga
quanto baste de canela em pau

Preparo:


Deixar a canjica de molho, de um dia para o outro. No dia seguinte, leve para cozinhar em fogo brando.
Quando a canjica estiver quase mole, escorra a água e coloque o leite, o açúcar, a manteiga e os pedacinhos da canela em pau. Deixe no fogo até acabar de amolecer.
Observação:Para variar o sabor,pode colocar:leite condensado, 1 vidro de leite de côco (com 2 gemas),amendoim torrado e moído.

junho 09, 2009

Carne de Porco

Assim como a carne bovina, a carne de porco também é dividida em diversos cortes, cada um com sua utilização em diferentes pratos. A carne suína, geralmente, é macia, podendo ser assada, no forno ou na churrasqueira, cozida ou frita. Nesse último caso, convém que se frite muito bem para evitar a tênía, que é adquirida pelo consumo de carne de porco crua ou mal cozida. Alguns cortes de carne de porco exigem que retire o excesso de gordura.

Cortes:

Pernil: é a perna traseira do porco. Geralmente, é servido assado ou em forma de presuntos, mas presta-se também, quando cortado em pedaços ou bifes, à fritura.

Paleta: é a perna dianteira do porco, geralmente com mais nervos e menor que o pernil.

Lombo: excelente para assados, o lombo é o dorso do porco.

Carré: lombo com ossos, incluindo as costelas. Pode ser utilizado num belo assado.

Costela: Inclui dois outros cortes: a costelinha e a costela do vazio. ´Também é conhecida por entrecosto. Fica ótima frita, assada ou grelhada.

pé: utilizado na feijoada e outros pratos, possui nervos, devendo ser cozido por muito tempo.

joelho: como o pé, possui nervos, devendo ser bem cozidos. Usado na preparação do Einsbein, alemão.

Barriga: parte gordurosa de onde é extráida a banha. Usada para fazer torresmos, localiza-se na parte posterior da costela.

Como comprar:A carne de porco deve ser rosada e firme ao toque, sua gordura, bem branca e firme.

junho 08, 2009

Arroz Doce

http://maricotagourmet.sites.uol.com.br/imagens/arroz_doce.jpg

Ingredientes

1 xícara(s) (chá) de arroz
1 lata(s) de leite condensado
quanto baste de canela-da-china em pó para polvilhar

Modo de Preparo


Lave o arroz e escorra bem. Leve ao fogo numa panela grande com 2 litros de água, quando ferver abaixe o fogo e cozinhe até que o arroz fique macio. Acrescente o leite condensado, coloque em tacinhas e polvilhe com canela em pó.

junho 07, 2009

Carne de capivara

Para que a carne não fique com o sabor forte, mergulhe-a por duas horas numa solução de agua com bicabornato de sódio

junho 06, 2009

Estrogonofe de salmão

http://www.tudomesmo.com.br/receitas/peixes-e-frutos-do-mar/imagens/receita-de-estrogonofe-de-salmao.jpg


Ingredientes

2 colher(es) (sopa) de margarina
1 unidade(s) de cebola picada(s
2 dente(s) de alho amassado(s)
500 gr de salmão em cubos médios
1 colher(es) (chá) de sal
2 colher(es) (sopa) de mostarda
3 colher(es) (sopa) de catchup picante
100 gr de champignon em conserva fatiado(s)
1/2 xícara(s) (chá) de água fervente
1 xícara(s) (chá) de maionese a base de leite

Modo de preparo


1- Em uma panela média, derreta a margarina em fogo médio e refogue a cebola e o alho por 1 minuto.

2- Junte o salmão e refogue por mais 2 minutos, misturando delicadamente para não desmanchar o peixe.

3- Adicione o sal, o molho de mostarda, o catchup, os cogumelos e a água. Cozinhe por 5 minutos.

4- Acrescente a maionese e misture até ficar homogêneo. Cozinhe por mais 1 minuto. Sirva em seguida

junho 05, 2009

A Carne de Búfalo

A Carne de Búfalo: Contém -50% de Gordura; -40% Colesterol e +27% de Proteína, recomendada por médicos Endocrino, Gastros, Cardiologistas e Cirurgião de Plástica e Alergistas.
No EUA este tipo de alimento é saudavel para pessoas com problemas de obesidade, hipertenso, diabéticos, alergias e com problemas de digestão.
Além disso é recomendada para animais (cães e gatos) com problema de alergia, digestão e dietas rigorosas.
Pelo fato de ter um baixo teor de gordura e colesterol o FDA considera que a Carne de Búfalo é 2º alimento que deve ser consumido depois do peixe.

junho 04, 2009

Penne com Tomate Seco e Rúcula

http://4.bp.blogspot.com/_1JMbLe7YqQQ/SBmsY2nVgrI/AAAAAAAAA1k/6DnApNAYyDE/s320/Penne%2Bcom%2Bmolho%2Bde%2Btomate%2Be%2Bfunghi%2Bporcini.jpg

Ingredientes

500 gr de penne
2 xícara(s) (chá) de tomate seco picado(s)
4 xícara(s) (chá) de rúcula picada(s)
200 gr de mussarela de búfala picada(s)
quanto baste de azeite
quanto baste de pimenta calabresa
quanto baste de sal

Modo de preparo

Numa travessa misturar o tomate seco, a rúcula picada e a mussarela. temperarver vídeo com o azeite, a pimenta calabresa e o sal. Reservar. Cozinhar a massa, escorrer rapidamente e juntá-la à mistura reservada.
Dica: a rúcula pode ser substituída por manjericão.

junho 03, 2009

Calda Fácil

Para fazer calda tipo caramelo, use o açúcar mascavo. Fica "no ponto" mais depressa e com cor mais bonita.

junho 02, 2009

Bolo de Manga



Ingredientes

Massa

- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 3 ovos
- 1/2 xícara (chá) de óleo
- adoçante de forno e fogão a gosto
- 1/2 xícara (chá) de leite quente desnatado
- ½ xícara (chá) de suco de manga
- 1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo

Para Massa: coloque no liquidificador os ingredientes da massa, exceto o fermento. Bata bem. Adicione o fermento e bata rapidamente. Distribua a massa em uma fôrma untada com margarina e polvilhada com a farinha de trigo. Leve ao forno
médio (180ºC), pré-aquecido, até assar.

Para a Cobertura: misture o leite com o amido, o adoçante e a essência de baunilha. Leve ao fogo e, sem parar de mexer, deixe engrossar. Retire do fogo e adicione o creme de leite. Mexa vigorosamente até amornar. Desenforme e cubra com o creme. Decore a gosto com as mangas.

junho 01, 2009

Café

Dentro dos frutos da coffea arabica, esconde-se um verdadeiro tesouro: suas sementes, que, depois de serem torradas, moídas e sofrerem infusão, transformam-se no tradicional cafezinho, indispensável à mesa dos brasileiros. O café já foi a principal riqueza nacional, sendo até hoje produto de exportação.

Com o processo de torrefação, o café perde seus ingredientes nutritivos e concentra a cafeína que lhe concede propriedades estimulantes, que age sobre o sistema nervoso central. Seu uso é contra-indicado para pessoas nervosas e para crianças pequenas. Há, no mercado, importados, cafés descafeinado, porém, mais difíceis de encontrar.

Há vários tipos de café, classificados de acordo com sua qualidade e sabor. Escolha o seu preferido experimentando-os. Ao comprar, verifique se estão com os pacotes íntegros, bem fechados, pois perdem o aroma, quando expostos ao ar. Se não consumi-lo em quantidade significativa, compre aos poucos, para que não envelheçam antes do uso. Depois de abrir o pacote, guarde o pó em lata, pote ou vidro bem fechado, em lugar fresco, podendo ser na geladeira. Ao servir-se do pó, cuide para que a colher esteja seca e limpa.

A proporção correta para fazer café é de uma colher de sopa para cada xícara de chá de água. Um litro de água e 5 colheres de sopa de pó de café rendem de 8 a 10 cafezinhos. Cuide para não deixar a água ferver, desligue o fogo assim que começar a levantar fervura, pois, se ferver demais, prejudicará o sabor.